quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Reverendo Robert Stephen Newnum doa Biblioteca de Livros Teológicos para a Biblioteca da PUC-PR

Reverendo Robert Stephen Newnum doa Biblioteca de Livros Teológicos para a Biblioteca da PUC-PR




O reverendo Robert Stephen Newnum, missionário estadunidense da General Board of Global Missions, atuando a mais de trinta anos no Brasil, doa sua biblioteca à PUC-PR. O rev.Steve escreveu um pequeno testemunho a respeito deste importante momento: "Eu e Maria tinha tomado uma decisão de começar a nos desapegar dos nossos bens, tanto pela não necessidade de tantos, quanto pela decisão de ficar mais "light". A nomeação que me tirou como professor no Cemetre e me levou para o campo missionário em Terra Rica somente adiantou a nossa decisão de doar nossa biblioteca para uma entidade que podia aproveitar melhor os mais ou menos cinco mil volumes.


Por causa do seu porte, e pelo fato que eu e Maria tinha lecionado no curso de pós-graduação em Bíblia, decidimos doar para a Pontifícia Universidade Católica de Paraná, especificamente o campus de Maringá. Foi a maior acervo já doado para o campus de Maringá. Desde que há uma integração entre as várias bibliotecas de PUC, os livros podiam ser usados pelas pelos três campus em Curitiba, mais os campos em São José dos Pinhais, Londrina, Toledo e Maringá. Assim, esperamos que o maior número de pessoas possam aproveitar este acervo.

A homenagem foi feito junto com a celebração de dez anos do campus de Maringá.
A programação começou na biblioteca com o diretor do campus de Maringá falando sobre a importância da doação. Depois, eu e Maria falamos sobre a dor de entregar os livros, mas a alegria de saber que serão bem usados. Depois, houve o descerramento da placa de doação.

Depois deste momento, a programação continuou no auditório, onde houve a celebração dos dez anos de PUC Maringá. Teve um momento com vários amigos e amigas do movimento ecumênico e do diálogo inter religioso presentes. Participou na celebração o monge Eduardo, Maria, que leu uma oração muçulmano de Rumi (http://pensador.uol.com.br/frase/MTU5MjQ2Ng/) e o arcebispo Dom Anuar. Elton Tada, que foi um dos meus alunos quando era professor no Cesumar (agora UniCesumar), e agora doutorando na UMESP com Claudio Ribeiro, leu um poema de Luiz Carlos Ramos, dedicado a Luciano Lima, sobre livros (http://www.luizcarlosramos.net/livro/).

Houve um momento de lançamento de selos comemorativos dos dez anos, seguido pelo cocktail.

Para eu e Maria, foi um momento significativo e singelo.

Mais fotos do evento:


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Metodistas e Direitos Humanos - Seminário RELIGIÃO, POLÍTICA E ELEIÇÃO: AS INFLUÊNCIAS DAS RELIGIÕES NO PROCESSO ELEITORAL DE 2014

Metodistas e Direitos Humanos - Seminário RELIGIÃO, POLÍTICA E ELEIÇÃO: AS INFLUÊNCIAS DAS RELIGIÕES NO PROCESSO ELEITORAL DE 2014

Acontecerão nos próximos dias eventos ligados à defesa dos direitos humanos, contando com a participação de metodistas.

"RELIGIÃO, POLÍTICA E ELEIÇÃO: AS INFLUÊNCIAS DAS RELIGIÕES NO PROCESSO ELEITORAL DE 2014" O referido seminário será dia 29/11, sábado, das 8h às 12h, no Auditório da SEMCID.
Att,
Prefeitura                  de VitóriaJorge Rodrigues Neto
AdministradorSEMCID/GPPDDH
Gerência de Políticas de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
Tel: (27) 3382-6695
 www.vitoria.es.gov.br

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Metodistas e Direitos Humanos - O papel das igrejas na ditadura

Metodistas e Direitos Humanos - O papel das igrejas na ditadura

Acontecerão nos próximos dias eventos ligados à defesa dos direitos humanos, contando com a participação de metodistas.


Memorial da Resistência de São Paulo / Associação Pinacotreca Arte e Cultura
 
Governo de São Paulo e
Secretaria da Cultura apresentam
no Memorial da Resistência de São Paulo
 
O PAPEL DAS IGREJAS NA DITADURA
Coleta Pública de Testemunhos
 
Sábado, 25 de outubro de 2014, das 14h às 17h30
Largo General Osório, 66 – Luz
Auditório Vitae – 5º andar
 
Durante a ditadura civil-militar (1964-1985), distintos grupos religiosos tiveram participações decisivas no contexto sociopolítico do período, tanto na resistência como também no apoio ao governo, sobretudo nos primeiros anos a partir do golpe.
 
Esta mesa pública de testemunhos – O Papel das Igrejas na Ditadura – contará com a presença de Anivaldo Padilha, Waldemar Rossi, Frei Carlos Josaphat, Magali Cunha e Alberto Kleinas. Por meio de suas trajetórias de militância e pesquisas, os convidados apresentarão um panorama sobre os distintos envolvimentos das Igrejas durante o período.
 
As Coletas Públicas de Testemunhos são parte do Programa Coleta Regular de Testemunhos do Memorial da Resistência de São Paulo, que tem como objetivo preservar as memórias da resistência e da repressão políticas por meio dos testemunhos dos protagonistas da resistência.
 
 
PROGRAMAÇÃO
14h – Boas-vindas. Coordenação: Karina Alves Teixeira (Memorial da Resistência de São Paulo)
 
14h15 – Mesa de Testemunhos
Mediação – Anivaldo Padilha (Ex-preso político, jornalista, foi diretor do Departamento Nacional da Juventude da Igreja Metodista, militante da Ação Popular – AP e do movimento ecumênico nacional e internacional. Após a prisão, passou treze anos no exílio, onde continuou sua luta contra a ditadura. É coordenador do Grupo de Trabalho "O Papel das Igrejas durante a Ditadura", da Comissão Nacional da Verdade)
 
Waldemar Rossi (Ex-preso político, operário, iniciou sua militância na Juventude Operária Católica – JOC. Foi uma das principais lideranças da Pastoral Operária – PO, e da Oposição Sindical Metalúrgica – OSM. Foi convidado por D. Paulo Evaristo Arns a fazer parte da Comissão Justiça e Paz. Hoje, continua sua militância no meio sindical, em movimentos populares e na luta por memória e justiça)
 
Frei Carlos Josaphat (Frei Dominicano, teólogo, defensor dos Direitos Humanos e das Reformas de Base. Adepto do “método Paulo Freire” e da pedagogia libertadora. Colaborou com o Jornal Brasil Urgente e o Jornal do Povo. Professor emérito da Universidade de Fribourg – Suíça, tem suas principais obras publicadas no Brasil e no exterior)
 
Magali Cunha (Professora e doutora em Ciências da Comunicação, tem experiência nas áreas de Comunicação e Cultura, Comunicação e Imaginário, Comunicação e Religião. Integra a diretoria da Associação Internacional Mídia, Religião e Cultura. É pesquisadora do Grupo de Trabalho "O Papel das Igrejas durante a Ditadura", da Comissão Nacional da Verdade)
 
Alberto Kleinas (Cientista Social, professor, pesquisador especializado nos temas da trajetória da esquerda judaica paulista, política internacional, diplomacia e relações internacionais Brasil-Israel, conflito árabe-israelense. Atualmente é assessor técnico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo da Prefeitura Municipal de São Paulo)
 
17h – Debate
 
Informações à imprensa:
Carla Oliveira – (11) 3324 1007 – coliveira@pinacoteca.org.br
Jamille Menezes – (11) 3339-8243 – jmferreira@sp.gov.br
Natália Inzinna – (11) 3339-8162 – ninzinna@sp.gov.br
 

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Monja Coen Sensei na 11ª Noite de Oração pela Paz em Maringá

Monja Coen Sensei na 11ª Noite de Oração pela Paz em Maringá




A monja budista Coen Sensei foi a conferencista da 11ª Noite de Oração pela Paz em Maringá. 

A Monja Coen é conhecida por fazer palestras, participar de reuniões e diálogos inter-religiosos e promover a Caminhada Zen, em parques públicos, projeto com objetivos ambientais e de paz. Autora de vários livros, dentre eles: Sempre Zen, Viva Zen e inúmeros artigos publicados no Brasil e exterior.

A 11ª Noite de Oração pela Paz foi realizada em Maringá no dia 24 de setembro de 2014 no Auditório Dona Guilhermina com a presença de líderes de diversas religiões. 

A tradicional Noite de Oração pela Paz tem o objetivo de rezar pela paz mundial com a união das diferentes religiões. “

"Enquanto diversos lugares do mundo vivem em estado de guerra, aqui o nosso povo dá exemplo de fraternidade entre os que pensam diferente”, diz Dom Anuar Battisti, arcebispo de Maringá.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Repercussões da Crise nas Instituições de Ensino Metodista na Mídia.

Repercussões da Crise nas Instituições de Ensino Metodista na Mídia.

Nota publicada no caderno de economia do jornal Zero Hora (RS)


Notícia publicada na capa do Jornal de Piracicaba (SP)





link para a notícia: http://www.jornaldepiracicaba.com.br/capa/default.asp?p=viewnot&cat=viewnot&idnot=222134

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Mulheres metodistas fazem abaixo-assinado cobrando transparência à COGEAM, COGEIME e CONSAD

Mulheres metodistas fazem abaixo-assinado cobrando transparência à COGEAM, COGEIME e CONSAD

Cerca de 500 mulheres metodistas, reunidas na Igreja Metodista de Cascadura por ocasião da celebração dos 85 anos da revista Voz Missionária, assinaram e enviaram ao revmo.Adonias Pereira do Lago, presidente do Colégio Episcopal, um abaixo assinado cobrando explicações e providências imediatas em relação à crise nas instituições de ensino e o processo de venda da carteira de alunos. 
Conforme informações, novas assinaturas deverão ser coletadas na próxima reunião da Confederação Metodista de Mulheres a ser realizada em Gramado-RS no mês de novembro.



ABAIXO ASSINADO

Prezados Membros do Colégio Episcopal, COGEAM, COGEIME e CONSAD da Igreja Metodista do Brasil.

Graça e Paz com justiça a todos e todas.

Nós Mulheres Metodista, por ocasião das comemorações dos 85 anos da Revista Voz Missionária, Jubileu de Girassol, vimos por meio deste documento, manifestar a nossa preocupação com relação ao momento no qual as Instituições de Ensino e Filantropia da nossa amada Igreja Metodista se encontra.
Como Associação e Conexionais, devemos ser edificados sobre alicerces que nos garantam proteção e certeza da continuidade de nossa identidade, para que as nossas futuras gerações não percam o nosso legado vocacional e missionário, até a volta do nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, pedimos a partir deste documento, as nossas autoridades eclesiásticas em governo na área geral, que:

O Instituto Metodista Bennett, situado à Rua Marquês de Abrantes nº 55, Flamengo, Rio de Janeiro – RJ, e outras instituições educacionais do trabalho missionário e vocacional espalhados por todo o Brasil, sejam preservadas.

Para tanto, queremos sugerir que o Colégio Episcopal, COGEAM, COGEIME e CONSAD:

1. Suspenda toda e qualquer iniciativa de venda patrimonial até o próximo Concílio Geral, ou que se convoque um concílio extra-ordinário para tratar exclusivamente destes assuntos;
2. Tornem transparentes as contas referentes às vendas patrimoniais, aos contratos de assessorias técnicas e a supostas promessas de compra e venda patrimonial;
3. Estabeleçam canais de diálogo com a Igreja local, seja no campo educacional, regional, societário, entre outros ministérios.

Na certeza do vosso acolhimento, reafirmamos o lema: Viver para Servir.

Cascadura, Rio de Janeiro, 27 de setembro de 2014.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Espiritualidade Ecumênica

Espiritualidade Ecumênica.




1º Encontro de Ecumenismo no Paraná - 20 e 21 de Setembro de 2014 - Arquidiocese de Maringá - Paraná - Brasil